Copy
Edição 28 | Março de 2019
Temos a dupla missão de refletir sobre a fragmentação noticiosa no meio digital e de criar ferramentas e técnicas para identificar e promover um jornalismo confiável e de qualidade na internet. 

Nosso consórcio de mídia: AbrajiAgência Lupa, Agência Mural, ÉpocaFolha de S. Paulo, Gazeta do PovoJornal da Cidade, Jornal do CommercioJornal de JundiaíNexo JornalNova EscolaO Estado de S. PauloO Globo, O LivreO Povo, piauíPoder 360UOL, Valor Econômico e Zero Hora.

O que há de novo

 
Os três indicadores do Mínimo Protocolo Viável (MVP)
do The Trust Project / Projeto Credibilidade

 
Inscrições abertas para o lançamento do Credibilidade
  • As inscrições gratuitas podem ser feitas através deste link. O evento será no dia 8 de maio, das 9h às 12h30, no auditório do IFT, no campus Unesp na Barra Funda, em São Paulo
  • O evento marcará a adoção de pelo menos três indicadores por veículos jornalísticos brasileiros. Aqui, a lista completa dos indicadores de credibilidade
  • Os representantes dos veículos adotantes serão convidados a exibir as respectivas interfaces e a debater a respeito com o jornalista Carlos Eduardo Lins da Silva, professor da USP e do Insper
  • A diretora do Trust Project, Sally Lehrman, será a principal oradora do evento. Após sua fala, Lehrman irá debater com o jornalista Daniel Bramatti, presidente da Abraji, e responder perguntas da plateia

Centro Markkula/SCU

 
A jornalista Kara Swisher e Irina Raicu, diretora do programa de ética
do Centro Markkula / Foto: reprodução da Universidade Santa Clara

 
Kara Swisher: AI e privacidade são desafios éticos chave

Diretora-executiva do site recode e colunista do The New York Times, a jornalista Kara Swisher participou, no dia 12 de março, de um debate no Centro de Markkula da Universidade Santa Clara. O evento foi mediado por Irina Raicu, diretora do programa de ética da internet da instituição.

Segundo Swisher, ao longo da última década as inovações tecnológicas geraram riqueza, oportunidades e problemas numa escala inimaginável. Ao refletir sobre os principais desafios relacionados à inteligência artificial e ao fenômeno big data, ela disse: "vocês ainda não viram nada." Segundo ela, "a privacidade está sob ataque quando os dados valem ouro." O link para o podcast do evento.

ESTANTE VIRTUAL


CJR: Veículos americanos investem em matérias sobre bastidores de reportagens

Contar a história por detrás das próprias matérias é uma tendência crescente na imprensa americana. Segundo um artigo de Alex Pareene para a Columbia Journalist Review (CJR), pelo menos uma dúzia de veículos, entre os quais CNN, NYT, Politico e ProPublica tem produzido matérias sobre bastidores de suas grandes reportagens.

Uma das razões para a crescente transparência seria a defesa preventiva contra processos judiciais, além da tentativa de evitar acusações de parcialidade que possam ser feitas por pessoas e instituições enfocadas pelas matérias. "A CNN produziu um bom exemplo dessa variedade no ano passado, para acompanhar uma matéria afirmando que a Mayo Clinic havia maltratado um jovem paciente," escreve Pereene. "Algumas semanas após a publicação inicial, a matéria foi atualizada com milhares de palavras em resposta às respostas de Mayo à história. Dois repórteres da CNN assinaram a matéria, mas o departamento jurídico certamente merece muito crédito." Ainda segundo Pereene, outra motivação das redações seria o desejo de educar o leitor sobre o ofício jornalístico.

A propósito, o indicador Métodos do Trust Project/Credibilidade prevê justamente que a redação responda perguntas do gênero: como a reportagem foi construída? Que decisões os repórteres e editores tomaram ao longo da investigação?

Já o indicador Citações e Referências propõe acesso às fontes por detrás dos fatos e asserções da reportagem.

 

Reuters Institute: Educação midiática deve abordar baixo conhecimento sobre algoritmos

Na semana dedicada pela União Europeia à promoção da educação midiática, o pesquisador Richard Fletcher, do Instituto Reuters para o Estudo do Jornalismo da Universidade Oxford, defende, em um artigo, a priorização do ensino ao público do funcionamento de algoritmos, sobretudo no que diz respeito à seleção de conteúdo informativo oferecido em plataformas de mídia social.

Para Fletcher, "há discordância sobre o que constitui uma boa educação midiática, mas, considerando que a mídia social é agora uma parte fundamental das dietas informacionais de muitos europeus, o conhecimento de como as redes sociais tomam decisões sobre o que mostrar às pessoas é um componente importante."
Copyright © 2018 | Projeto Credibilidade. Todos os direitos reservados.
Instituto para o Desenvolvimento do Jornalismo - Projor
Programa de Pós-Graduação em Mídia e Tecnologia - Unesp


Quer alterar a forma como você recebe esse email?
Você pode atualizar suas preferências or cancelar o recebimento






This email was sent to <<Email Address>>
why did I get this?    unsubscribe from this list    update subscription preferences
Projeto Credibilidade · Av. Brigadeiro Faria Lima, 1461 – 4o. andar – Caixa Postal 259 · São Paulo, SP 01452-002 · Brazil

Email Marketing Powered by Mailchimp