Copy

Temos a dupla missão de refletir sobre a fragmentação noticiosa no meio digital e de criar ferramentas e técnicas para identificar um jornalismo confiável e de qualidade na internet.
PROJETO CREDIBILIDADE / THE TRUST PROJECT
 
Veículos membros do Trust Project, desde maio/2019: Agência LupaAgência MuralFolha de S. PauloNexo JornalO Povo Poder360.  

Veículos em processo de adoção do MVP: A GazetaAmazônia Real, Gaúcha ZH, Jornal do CommercioJOTA, Ponte Jornalismo e UOL

Parceira institucional: Abraji (Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo)

Edição 49 | Dezembro de 2020

THE TRUST PROJECT 

                                                                                                  


Reprodução The Trust Project


Veículos da Espanha e Bélgica aderem ao projeto

No dia 15 de dezembro, três veículos espanhóis – 20minutos, El Heraldo e La Información - e o belga La Libre concluíram a adoção dos oito indicadores de credibilidade, comprometendo-se com os princípios éticos e de transparência do Trust Project, do qual se tornaram membros. La Libre é o primeiro veículo belga e o primeiro de língua francesa a aderir ao projeto. 

"Esses sites trabalharam muito durante os intensos desafios econômicos e sociais da pandemia Covid-19 para garantir que seus públicos tivessem acesso às notícias em que possam confiar", disse Sally Lehrman, fundadora e diretora do Trust Project. "As pessoas precisam saber que as suas notícias são confiáveis, quando suas decisões diárias [tomadas a partir das notícias que consomem] podem salvar vidas e os riscos econômicos são igualmente altos." 

Durante o processo de adoção dos indicadores, os veículos passaram por um intenso processo de avaliação e atualização de suas políticas e protocolos editoriais, tornando-se também mais transparentes. Abaixo, a lista dos oito indicadores de credibilidade
  • Melhores Práticas (Padrões e políticas)
  • Expertise do/a jornalista
  • Etiquetas para tipos de matérias 
  • Referências 
  • Métodos de Reportagem 
  • Experiência e fontes locais
  • Feedback acionável (engajamento público)
ESTANTE VIRTUAL

 
Reprodução Fiocruz
 
PoliFact:  O que jornalistas precisam saber sobre a vacina 

Escrito pela dupla de checadoras Samantha Putterman e Amy Sherman, o artigo do projeto de checagem PoliFact reúne recomendações de especialistas da American Medical Association (AMA) a jornalistas durante a campanha de vacinação contra  Covid-19 nos Estados Unidos. As recomendações foram feitas durante um seminário promovido pelo Poynter Institute, que mantém o PoliFact. 

Segundo as recomendações, repórteres precisam se basear em fatos quando confrontados com falsas alegações que infundem medo em relação à vacina. Os especialistas também enfatizam que a vacina não é uma "bala de prata", uma vez que as pessoas vacinadas ainda precisarão usar máscaras e manter o distanciamento social até a conclusão da campanha de vacinação. Abaixo, um resumo das recomendações:

       Comunique os fatos:
  • Forneça uma perspectiva histórica sobre a vacina
  • Informe que a vacina é segura e efetiva
  • Diga que não é anormal que a vacina produza efeitos colaterais no primeiro ou segundo dia 
  • Tente atingir grupos mais severamente atingidos pela pandemia, como os negros e indígenas
  • Use uma linguagem simples para explicar os termos científicos. 

       Informe também sobre as incertezas sobre a vacina e a Covid-19:
  • É provável que o vírus da Covid-19 sofra mutações, requerendo vacinação anual. Mas os cientistas ainda não têm certeza
  • Os médicos não sabem se indivíduos que tiveram a doença precisam ser vacinados

O Projeto Credibilidade é financiado por:

Copyright © 2020 | Projeto Credibilidade. Todos os direitos reservados.
Instituto para o Desenvolvimento do Jornalismo - Projor
Programa de Pós-Graduação em Mídia e Tecnologia - Unesp


Quer alterar a forma como você recebe esse email?
Você pode atualizar suas preferências or cancelar o recebimento