Copy
SIMAB

INÍCIO DAS AULAS COM MÁXIMA ENERGIA

“Começa a escola com a máxima energia”. Foi este o mote do MARB - Mercado Abastecedor da Região de Braga para se associar ao início de novo ano letivo, momento de particular importância para os pais e encarregados de educação, também no que respeita a uma alimentação equilibrada que induza um crescimento saudável das crianças e jovens.

Com relevância no objeto do Mercado Abastecedor da Região de Braga, as hortofrutícolas são, desde logo, a base de uma dieta saudável, o que justifica que a própria SIMAB – que gere a rede de mercados abastecedores, entre eles o MARB –, também pela sua responsabilidade social, dedique especial atenção à sensibilização para o consumo deste tipo de alimentos.

Sendo assumido que a ingestão de quantidades adequadas de hortofrutícolas (cerca de 400 gr/dia) diminui o risco de desenvolvimento de diversas doenças crónicas não transmissíveis, por exemplo a obesidade, não poderia ser outra a atitude do MARB e da SIMAB que não a de sensibilizar para este facto logo no início de um ciclo especialmente sensível no quotidiano de milhares de crianças e jovens da região.

Não podemos esquecer que as hortícolas, precisamente o segundo maior grupo da “roda dos alimentos”, fornece tanto como 23% da energia diária total, o que corresponde à ingestão de 3 a 5 porções por dia, sendo que uma porção corresponde a duas chávenas almoçadeiras de hortícolas crus (180 g) ou uma chávena de cozinhados (140 gr).

Já a fruta, como todos sabemos, é uma ótima fonte de hidratos de carbono, a frutose, e contribui com cerca de 20% da energia de que precisamos, pelo que se recomenda a ingestão de 3 a 5 porções diárias, sendo que uma porção pode corresponder a uma peça de fruta de média dimensão.

O mais importante setor do “MARB”

O enfoque particular que o Mercado Abastecedor de Braga dá ao setor das frutas e legumes tem também em conta a sua importância no contexto da atividade desta plataforma, concentrando cerca de 70% do total dos operadores/empresas aqui presentes, que ocupam uma parte muito significativa da área comercial construída. O que se traduz numa grande predominância das quantidades transacionadas.

A produção nacional tem enorme expressão no mercado bracarense, sendo a proveniência da maioria dos hortofrutícolas aqui vendidos.

No caso dos hortícolas, o peso da produção nacional ronda os 80%, sendo que uma parte importante desses produtos é proveniente do eixo Esposende – Póvoa de Varzim - Vila do Conde.

No caso das frutas, não obstante serem transacionados alguns produtos importados, principalmente oriundos de Espanha, constata-se, ainda assim, uma preponderância dos provenientes das principais zonas produtoras nacionais.

Considerando os últimos cinco anos, podemos dizer que o número de operadores/vendedores de frutas e hortícolas tem-se mantido relativamente estável no MARB, existindo atualmente 49 operadores/empresas.

A atenção que o MARB vota à promoção do consumo de fruta e legumes como imperativo para uma alimentação saudável deve muito ao trabalho da “Associação 5 ao Dia”, que, cada vez mais universalizado, dá frutos junto dos mais novos e assim consuma a responsabilidade social de todo o Grupo SIMAB.

 

NA POLÓNIA, COM FRUTAS E VEGETAIS

A SIMAB - Sociedade Instaladora de Mercados Abastecedores participou, a 19 e 20 de setembro, na Polónia, num congresso internacional dedicado à promoção do consumo de fruta e vegetais como fatores de uma alimentação saudável, iniciativa da Associação Polaca de Produtores de Sumos (KUPS) e da AIAM5 - Aliança Global para a Promoção do Consumo de Frutas e Vegetais "5 ao Dia”.

A participação da SIMAB num debate que pretendeu abordar a “ciência, negócios e processamento na política alimentar mundial” fez-se através da “Associação 5 ao Dia”, expressão da responsabilidade social da sociedade de capitais públicos que gere a rede de mercados abastecedores em Portugal.

A representação portuguesa – da responsabilidade de Susana Santana e Joana Neves -- abordou precisamente, na intervenção que lhe foi reservada neste âmbito, a evolução e resultados registados pelo “Programa 5 ao Dia”, que sensibiliza e motiva para o consumo diário de frutas e vegetais como um exemplar projeto de responsabilidade social em Portugal.

Neste XIII Congresso Internacional de Promoção das Frutas e Legumes, que decorreu em Varsóvia, participaram representações de cerca de 30 países de todo o mundo e, de acordo com o programa, pretendia fornecer aos participantes a discussão de temas atuais relacionados com a nutrição humana, políticas de promoção da saúde, produção de alimento e comércio internacional, a par da ideia "5 ao Dia".

Segundo as entidades organizadores, o congresso – que aconteceu pela primeira vez na Polónia, depois de ter passado já pela Hungria, Espanha, México ou Colômbia, entre outros países – é «uma plataforma para a partilha de conhecimento, troca de experiências e ideias entre especialistas em nutrição, processamento, comércio e promoção».

Para a SIMAB, enquanto tutela da Associação “5 ao Dia”, a participação neste congresso revelou-se de particular importância, porquanto se estava perante um momento de troca de saber sobre a promoção do consumo de frutas e vegetais, desiderato que a sociedade gestora dos mercados nacionais persegue como imperativo social.

 

“PORTUGAL SOU EU”… E SOMOS NÓS

A incorporação de valor nos produtos portugueses foi relevada como uma das principais virtudes do Programa “Portugal Sou Eu”, iniciativa do Ministério da Economia que passou a dispor de mais um posto de atendimento, desta feita nas instalações do Mercado Abastecedor da Região de Faro (MARF), no Algarve.

Tanto a Administração da SIMAB - Sociedade Instaladora de Mercados Abastecedores, como o Município de Faro, aproveitaram a sessão de abertura deste posto “Portugal Sou Eu” – a 6 de setembro – para sublinhar a importância de valorizar a oferta nacional com a incorporação de valor, mas também o uso de uma marca identitária da produção nacional que seja facilmente identificável pelo consumidor.

De acordo com Rui Martins, administrador que representou a SIMAB na sessão realizada no MARF, o Programa “Portugal Sou Eu” dá pleno cumprimento a um dos desideratos fundamentais dos próprios mercados abastecedores do grupo: o de «contribuir para que qualquer produto nacional que neles passe seja muito mais rico quando deles sai, fruto do acréscimo de valor a que aqui são sujeitos».

«Seja pela intrínseca qualidade de grande parte dos produtos nacionais que são transacionados nos mercados geridos pela SIMAB, seja pelos serviços e pela logística que a SIMAB disponibiliza aos operadores, temos a certeza de que esses produtos chegam ao consumidor muito mais valorizados», disse Rui Martins, que aproveitou a breve sessão para lembrar a importância nacional e regional de plataformas como o MARF, «onde estão instalados cerca de 200 operadores, que implicou a criação de cerca de 700 a 800 empregos e onde se regista um volume de negócios anual da ordem dos 1 300 milhões de euros».

Pelo mesmo diapasão afinou o presidente do Executivo Municipal de Faro, que lembrou «o primeiro mérito» do “Portugal Sou Eu”: «o de transmitir aos portugueses em geral, e no caso em particular aos operadores e consumidores que implicam com o MARF, a necessidade de valorizar a excelência dos nossos produtos».

«Hoje, os nossos produtos são reconhecidos pela sua qualidade; se tiverem mais uma certificação, como a que propõe o selo “Portugal Sou Eu”, os consumidores, mesmo os do exterior, vão olhar para eles muito mais facilmente», disse Rogério Bacalhau, sublinhando, assim, «a mais valia» do Programa e incentivando os produtores algarvios à adesão.

Na breve sessão – que decorreu ao final da tarde no Núcleo Administrativo e Comercial do MARF, onde ficou aberto ao público o Posto de Atendimento “Portugal Sou Eu” – participaram igualmente, a par dos vários operadores do MARF que se associaram ao ato público, Gonçalo Velho, presidente do Conselho de Administração do MARF e membro do Conselho de Administração da SIMAB; Nuno Ferreira, diretor comercial/sul da SIMAB; Fernando Severino, diretor regional de Agricultura do Algarve; e Teresa Correia, membro do Conselho de Administração do MARF e vereadora da Câmara Municipal de Faro.

A instalação deste Posto de Atendimento no MARF dá cumprimento a um protocolo estabelecido entre o Grupo SIMAB e as entidades que operacionalizam o "Portugal Sou Eu", nomeadamente o IAPMEI - Agência para a Competitividade e Inovação; Associação Empresarial de Portugal; Associação Industrial Portuguesa; Confederação dos Agricultores de Portugal; Confederação do Comércio e Serviços de Portugal; Associação Portuguesa de Empresas de Distribuição; e Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal.

O Mercado Abastecedor da Região de Braga começou a praticar um novo horário público de venda, concretamente das 15h00 às 20h00, de segunda a sexta-feira. A alteração agora operada na abertura ao público do mercado bracarense pretende um ajustamento de interesses dos operadores e do próprio centro de logística e de distribuição alimentar.

O MARB continua, contudo, a praticar os horários até agora vigentes nos serviços administrativos (segunda a sexta-feira, das 09h30 às 13h00 e das 14h30 às 19h00). A direção comercial do MARB chama a especial atenção dos operadores para a hora de início da venda – 15h00 –, que deverá ser cumprida com exatidão e sem quaisquer cedências.

SUBSCREVEMOS A "DECLARAÇÃO DE VARSÓVIA"

A SIMAB - Sociedade Instaladora de Mercados Abastecedores, através da Associação 5 ao Dia, que dá cumprimento à sua vertente de responsabilidade social, subscreveu em nome de Portugal a “Declaração de Varsóvia”. Através do documento, assinado por entidades de vinte países, é assumido o compromisso de promover o consumo de fruta e legumes como atitude para uma dieta equilibrada e saudável, assim prevenindo algumas das doenças que afetam as sociedades atuais.

A assinatura do documento marcou a abertura do XIII Congresso Internacional de Promoção das Frutas e Legumes, que decorreu, a 19 e 20 de setembro, naquela cidade polaca, sob organização da Associação Polaca de Produtores de Sumos (KUPS) e da AIAM5 - Aliança Global para a Promoção do Consumo de Frutas e Vegetais "5 ao Dia”.

A representação portuguesa – sob responsabilidade de Susana Santana e Joana Neves – fez a sua intervenção mais ativa nos trabalhos, dando conta da evolução e resultados registados pelo “Programa 5 ao Dia”, que lhe cabe desenvolver em Portugal.

SIMAB S.A.
Sociedade Instaladora do
Mercado Abastecedor da Região de Lisboa

2660-421 São Julião do Tojal, Portugal
Tel.: +351 219 927 400
FAX: +351 219 927 420
MARL
MARF
MARE
Esta mensagem foi enviada para <<Email Address>>, porque está inscrito na lista de contactos da SIMAB S.A..

Para evitar que futuras notificações da SIMAB S.A. sejam eventualmente consideradas SPAM, deverá adicionar o endereço newsletter@simab.pt, à sua lista de contactos.

Caso queira alterar a forma como recebe as nossas informações, pode aceder a ALTERAR DADOS ou REMOVER para eliminar os mesmos.

Copyright ©2016 SIMAB S.A.. Todos os direitos reservados.