Copy
Um dos maiores cirurgiões veterinários brasileiros era belga

René Joseph Ghislain Straunard nasceu na cidade de Feluy, na Bélgica, a 4 de janeiro de 1882. Ingressou na Escola de Medicina Veterinária de Cureghem em Bruxelas, diplomando-se em 1906. Após exercer alguns anos a clínica em sua terra natal, chegou em 1913 ao Rio de Janeiro e foi enviado à cidade de Catalão em Goiás. Ali permaneceu até o início da primeira guerra mundial, exercendo o cargo de veterinário do Governo Federal. 

Ele voltou à Bélgica para servir o exército como oficial da reserva no Serviço Veterinário.  Esta situação propiciou-lhe a oportunidade de apurar técnicas operatórias na cirurgia de equinos. Permaneceu na Europa até o término da guerra e voltou ao Brasil em 1920, colaborando no combate ao surto de raiva bovina no Sul do País. Em 1929, foi convidado a integrar o corpo de Veterinários do Jóquei Clube de São Paulo, onde mais tarde foi conduzido à chefia do Serviço Veterinário. Foi considerado o maior especialista do assunto, seja na clínica médica, cirúrgica, obstétrica ou zootécnica. 


Em 1931, ingressou na Faculdade de Medicina Veterinária USP. Ocupou simultaneamente as cátedras de Patologia e Clínicas Cirúrgicas e Obstétrica, Patologia e Clínica Médicas, Indústria, Inspeção de Produtos de Origem Animal. Sobre a sua atuação escreve a Sociedade Brasileira de Dermatologia Veterinária em seu site:  

Com a chegada, da Bélgica, na década de 20, de um dos maiores cirurgiões veterinários brasileiros, René Straunard, que regeu a cátedra de Propedêutica, Patologia e Clínica Médica nos anos 30, foram incorporados novos procedimentos de diagnóstico e aumentadas as formulações terapêuticas, a exemplo daquelas preconizadas para tratamento das micoses superficiais ("Fórmula de Straunard") e da atopia – "eczema" – como a mistura do "magnésio calcinado ao enxofre lavado". 

René Straunard faleceu em São Paulo no dia 15 de maio de 1962. 

http://www.belgianclub.com.br/pt-br/creator/straunard-ren%C3%A9-1882-1962  

DESLEECLAMA e IMPEXTRACO patrocinam futura exposição - Junta-se a elas! 

Agradecemos muito as empresas Desleeclama e Impextraco pelos seus patrocínios ao projeto da exposição “Passado e presente: memória e presença dos descendentes de imigrantes da colônia belga Ilhota – Santa Catarina”, aprovado pela Lei Rouanet em 2020. Esse projeto foi elaborado por Marc Storms, conjuntamente com a Associação Ilha Belga e contará as memórias e histórias da colônia belga fundada em 1844 na cidade de Ilhota.  

Ainda buscamos outros patrocinadores para completar o orçamento da exposição. Empresas podem patrocinar com isenção fiscal para o projeto que foi aprovado pela Lei Rouanet com número 201835. Entre em contato para obter mais informações sobre como fazer parte deste resgaste importante para as histórias da Bélgica e do Brasil! 

Apoie o mapeamento histórico e cultural da atuação das empresas belgas no Brasil

Empresas belgas deixaram e ainda deixam traços materiais de suas atividades e criatividade no Brasil. Referimos-nos, entre outros, à pontes, estradas de ferro, estações e material rodante ferroviário, ladrilhos e azulejos, vitrais e esculturas.

Um inventário dessa herança histórica está sendo criado e pode ser visto no site do Belgian Club Brasil em http://www.belgianclub.com.br. Novas descobertas estão constantemente sendo incluídas no site.
Esta iniciativa tem sido apoiada por trabalho voluntário como por exemplo traduções, edições de textos e fotografias, e patrocinadores. Estamos muito agradecidos à Barry Callebaut, nosso patrocinador atual. Gostaríamos muito de contarmos, em breve, com o nome e logotipo da sua empresa no site. Mais e detalhadas explicações sobre nossa política de patrocínio podem ser encontradas na página http://www.belgianclub.com.br/pt-br/patrocinador.
Leia Mais
Copyright © 2021 Patrimônio belga no Brasil, All rights reserved.


Deseja alterar a forma como você recebe esses e-mails?
Você pode atualizar sua inscrição ou cancelar a assinatura.


Email Marketing Powered by Mailchimp